Localizado na região da Chapada Diamantina, o município de Morro do Chapéu já começa sentir os reflexos de sua economia. Investimentos na agricultura estão gerando novos postos de trabalho e mais dinheiro para as famílias dos trabalhadores.

A produção agrícola de Morro do Chapéu foi destaque durante esta semana na programação da Rede Bahia de Televisão. O município sempre se destacou pela mineração, pelo o povo acolhedor e pelas belezas naturais (pinturas rupestres e cachoeiras), onde atrai muitos turistas.

Mas de acordo com Associação de Criadores e Produtores de Morro do Chapéu, a agricultura gerou nos últimos três anos mais de 1500 empregos diretos. A produção é cada vez mais variada.

Na zona rural do município existem plantações de hortaliças, uvas, morangos e de tomatinhos cultivados em grande quantidade.

Atualmente, a agricultura variada representa mais de 50% da arrecadação do município. Os produtos são vendidos nas cidades da região, Salvador e em outros estados do Nordeste. As uvas de ótima qualidade são transformadas em vinho. A estimativa é que a produção agrícola do município aumente nos próximos anos.

A agricultura diversificada de Morro do Chapéu vem gerando renda e muitos empregos. O município está mais de 1000 metros de altitude, o que favorece a agricultura, já que a temperatura é baixa no verão. (Central Notícia)


Xique-Xique uma pitoresca cidade, de belezas naturais e povo hospitaleiro, estão às margens do Rio São Francisco, o que propicia belíssimos passeios de barcas a todos que por aqui passam, além de visuais presenteados pela natureza, quais sejam: O espetáculo das Dunas, entre suas belezas naturais, conta com uma área de Proteção Ambiental das Dunas e Veredas do Baixo e Médio São Francisco. Essa área protege as grandes elevações de areia e as centenas de veredas que existem no local, abrangendo além de Xique-Xique, os municípios de Barra e Pilão Arcado. O turismo permanente oferece a festa da beleza das Dunas, atração única formada pelos bancos de areia alvíssima de água doce em toda a América, localizada na margem esquerda do Rio São Francisco. Lagoa de Itaparica, localizada nas escarpas e fraldas da grande Chapada Diamantina, entre Xique-Xique e Gentio do Ouro. O fenômeno Mocambo do Vento, na margem esquerda do Rio São Francisco está localizado o curioso fenômeno natural permanente secularmente chamado de Mocambo do Vento, que é o movimento estranho e violento das águas, que causou incontáveis naufrágios de embarcações de todos os calados, inclusive de vapores grandes e balsas enormes. Ilha do Miradouro e a Igreja do Miradouro, o visitante também pode fazer um turismo cultural pela Ilha do Miradouro e conhecer a igreja de Nossa Senhora de Santana, sendo o mais antigo templo da região.


Matéria em áudio:

Serão exibidos filmes de diretores baianos na Escola Municipal Irineu Dutra
Foto: Reprodução/EBC

O Cineclube Fruto do Mato realizará uma sessão para moradores do Território Quilombola de Iúna, que fica localizado a cerca de 18 quilômetros de Lençóis, na Chapada Diamantina, na próxima sexta-feira (17). Essa é a segunda comunidade quilombola pela qual o cineclube passa, a primeira foi a do Remanso. Serão exibidos filmes, de diretores baianos, na Escola Municipal Irineu Dutra, com sessões gratuitas para crianças, jovens e adultos. A comunidade de Iúna, com 250 habitantes, é formada por famílias remanescentes de quilombo e está localizada numa área de 1,4 mil hectares.

De acordo com historiadores, ela se formou após uma grande seca que assolou o Nordeste do Brasil em 1932, fazendo com que muitos quilombos fossem abandonados e formando outras comunidades nas margens dos rios. Hoje, os moradores de Iúna vivem da pesca e da agricultura de subsistência. A comunidade fica no Marimbus, uma área pantanosa, alagada, semelhante ao pantanal com biodiversidade, fauna e flora específica. O Cineclube Fruto do Mato tem o objetivo de levar cinema baiano, gratuitamente, para moradores e visitantes da cidade de Lençóis.

Os participantes têm a oportunidade de conhecer a cinematografia do estado da Bahia desde os primeiros filmes realizados no início da década de 60, passando pelo Cinema Novo, até as obras produzidas nos dias atuais. As sessões do cineclube acontecem semanalmente até o dia 25 de julho deste ano. A programação será alternada entre o Teatro de Arena de Lençóis e as escolas públicas da zona urbana e rural.

O Cineclube Fruto do Mato é um projeto do Edital Setorial de Áudio visual 2016, com apoio financeiro da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundo de Cultura e Secretaria de Cultura da Bahia. A iniciativa tem ainda o apoio da Diretoria de Audiovisual do Estado da Bahia (DIMAS). Do Jornal da Chapada com informações de assessoria.


Estão previstas mudanças nas condições do tempo nos próximos dias na Bahia, incluindo o último fim de semana do verão. De acordo com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), a massa de ar quente e seco continua perdendo força, o que pode aumentar a nebulosidade e as chances chuvas na maior parte do estado.
As regiões oeste e São Francisco sofrem influência dos elevados índices de umidade do ar, vinda da região amazônica, o que deixa o céu nublado a parcialmente nublado e com chuvas fracas. As temperaturas em torno dos 36°C (máximas) aumentam as chances de ocorrer eventos isolados de chuvas mais intensas nessas regiões. Para o Recôncavo Baiano e sul, são os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico – somados ao calor – que influenciam com mais intensidade. Neste sentido, a previsão para as duas regiões é de céu nublado a parcialmente nublado, com chuvas fracas.
Para as demais regiões da Bahia (norte, nordeste, Chapada Diamantina e sudoeste), a massa de ar quente e seco ainda deve influenciar o tempo nos próximos dias, embora com menor intensidade. A previsão é de céu parcialmente nublado a claro na maior parte do período. Eventos de chuvas fracas também são esperados para algumas localidades, principalmente nas regiões norte e nordeste.
Mesmo enfraquecida, a permanência da massa de ar mantém as temperaturas elevadas nas regiões norte e nordeste, onde as máximas podem chegar aos 36°C. Por outro lado, temperaturas mais amenas (com mínimas de até 16°C) também são esperadas na Chapada Diamantina e sudoeste, sobretudo nas áreas serranas.
Para a cidade de Salvador e região metropolitana, o verão deve terminar com céu nublado a parcialmente nublado e possibilidade de chuvas fracas. No entanto, as maiores chances de ocorrência dessas chuvas são para o período da noite e nas primeiras horas da manhã. Mesmo com a previsão de chuvas, as temperaturas na capital baiana continuam elevadas, com mínimas de 23°C e máximas de 32°C.
Maré e radiação 
Para o período entre sexta-feira (17) e domingo (19), a maré deve atingir a altura máxima entre 6h30 e 8h30 e entre 18h30 e 20h30, com valores variando de 1,4 a 2,4 metros. Já as alturas mínimas devem ser registradas no período entre 0h30 e 2h30 e entre 12h30 e 14h30, com valores variando de 0,5 a 1 metro. As ondas devem ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.
O fim do verão e início do outono têm como característica as altas temperaturas e chuvas mais intensas, além do aumento da incidência de radiação solar e, consequentemente, dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Entre sexta (17) e domingo (19), esses índices devem variar de 12 a 13 em toda a Bahia – valores classificados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na categoria ‘Extrema’, o que requer cuidados quanto à exposição prolongados à radiação solar, principalmente das 10h às 16h. Para evitar danos à saúde, é recomendado o uso de protetor solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupas leves.
Fonte: Ascom/Inema

Trechos de estradas de 22 regiões da Bahia vão passar por serviços de conservação e manutenção, a partir deste mês. O processo licitatório foi iniciado e concluído pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) no ano passado, com a aprovação de 11 empresas para realização das obras em 23 áreas. Serão investidos mais de R$ 55 milhões para as intervenções.

A previsão é de execução de serviços em mais de 18 mil quilômetros de extensão, o que envolve mais de 350 cidades, entre elas, Alagoinhas, Euclides da Cunha, Cipó, Jeremoabo (nordeste), Juazeiro (norte), Valença (baixo sul), Remanso, Paulo Afonso, Ibotirama (Vale do São Francisco), Barra do Jacuípe (RMS), Irecê, Feira de Santana, Senhor do Bonfim, Itaberaba (Chapada), Miguel Calmon (centro norte), Barreiras (oeste), Itabuna, Itagimirim (sul), Seabra (Chapada), Brumado, Jequié (centro sul), Guanambi, Vitória da Conquista (sudoeste), Santa Maria da Vitória (extremo oeste) e Santo Antonio de Jesus (Recôncavo).

Entre as intervenções previstas estão a retirada de vegetação que encobre a sinalização da pista, tapa-buracos e a limpeza de bueiros. “Esses são serviços mais emergenciais, pois vamos recuperar mais de 700 quilômetros de estradas ainda este ano. São 28 trechos definidos sendo que 130 quilômetros, que correspondem a cinco trechos, já estão prontos”, explica o diretor da Superintendência de Infraestrutura de Transporte (SIT), Saulo Pontes.

Novo edital
A região de Teixeira de Freitas, no extremo sul do estado, também estava incluída no processo licitatório, mas não houve empresas interessadas em realizar a manutenção nos 703,1 quilômetros de extensão. Fazem parte dessa área os municípios de Medeiros Neto, Itamaraju, Itabela, Guaratinga, Itanhém, Vereda, Caraíva, Prado, Alcobaça, Nova Viçosa, Mucuri e Ucuruçu. Um novo edital está em elaboração para ser relicitado ainda no primeiro semestre deste ano. As informações são da Seinfra.


O sistema de abastecimento de água de Feira de Santana e região receberá investimento de R$ 400 milhões. A informação foi dada pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Zé Neto (PT), em entrevista ao Acorda Cidade. O governo do estado assegurou os recursos com o Banco do Nordeste e, segundo o deputado, a licitação deve acontecer nos próximos 60 dias. O investimento será feito na reserva de Pedra do Cavalo, para ampliação geral do sistema de abastecimento. Entre as ações previstas estão o aumento da capacidade de produção da Estação de Tratamento de Água e implantação de uma nova adutora, com maior capacidade. “Hoje estamos funcionando com mil e quinhentos litros por segundo, quando o consumo da região está em dois mil litros por segundo. Esse investimento vai aumentar para três mil litros e vamos poder suprir o que está consumindo e ter alguma folga para trabalhar”, projetou Zé Neto.(Acorda Cidade)


RTEmagicC_HaveDream.jpg

Durante quatro tardes de domingo dos meses de janeiro e fevereiro, dois coletivos de arte de Salvador farão uma releitura da obra de Jorge Amado em quatro bairros periféricos da cidade. O projeto, intitulado  “I have a dream: dos capitães da areia aos jovens em situação de rua”, envolve poesia, literatura e performances. Todas as modalidades artísticas buscam um diálogo entre a obra “Capitães da Areia” e a realidade das ruas da capital baiana.

As atividades serão conduzidas por arte-educadores, profissionais de saúde e assistentes sociais nas ruas do Pelourinho, Aquidabã, na Praça das Mãos, Fazenda Grande do Retiro, e finalizam no Espaço Cultural Porto dos Livros, no Porto da Barra. A programação de atividades do projeto tem como objetivo abrir espaço para o protagonismo dos jovens em situação de rua, bem como dedicar um momento às oficinas de criação e experimentação literária com eles.

“I have a dream…” é promovido pelo coletivo Arte Marginal Salvador e pelo grupo de arte popular A Pombagem e foi contemplado pelo edital Arte em Toda Parte da Fundação Gregório de Matos.

O grupo de teatro de rua A Pombagem realizará, nas quatro datas do projeto, leituras dramáticas e apresentação do espetáculo intitulado “Pedro Bala Entre a Pedra e a Bala”, com texto e direção de Fabricio Britto. O espetáculo apresenta uma versão atual de uma das personagens mais marcantes da obra de Jorge Amado “capitães de Areia”, o Pedro Bala.

PROGRAMAÇÃO


O índice da indústria baiana cresceu novamente e registrou uma expansão de 4,7% em julho em relação ao mês anterior, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor corresponde a mais de um terço do Produto Interno Bruto (PIB) do estado. De acordo com o instituto, a alta se deve a um efeito estatístico, já que as indústrias tiveram mais dias trabalhados que nos meses anteriores, período da Copa do Mundo. Todavia, não é invertida a tendência de deterioração da indústria este ano, já que no acumulado nos setes meses de 2014, a produção industrial da Bahia acumula queda de 5% frente ao mesmo período do mês anterior. A influência negativa veio do setor de veículos automotores, reboques e carrocerias (-35,9%).


destino-porto-seguro-praia-do-muta-main

Praias de Porto Seguro
Antes de escolher para qual praia o viajante quer ir, é preciso decidir primeiro se a proposta é frequentar uma praia badalada ou sossegada. Porto Seguro consegue reunir praias próximas que possuem objetivos diferentes.
A dica para ficar em praias tranquilas é conhecer Mutá e Coroa Vermelha, ambas possuem águas claras, pequenas faixas de areia e muita tranquilidade. Nessa região, o visitante fica tranquilo sem a presença de badalação. Praias nesse estilo calmo são: Curuípe, Rio dos Mangues e Ponta Grande.
Já quem prefere badalação, a ideia é conhecer Taperapuã, localizada a 7 km do centro de Porto Seguro. A praia possui diversas megabarracas, que contam com espaços de música baiana, dança com as coreografias do verão, shows, dançarinos e humoristas. Localidades com o mesmo estilo são: Mundaí e Itacimirim.
Reserva Indígena da Jaqueira
Não dá para deixar de visitar a Reserva Indígena da Jaqueira, que possui 827 hectares de mata nativa e ocas espalhadas pela reserva, ainda no formato original. Os indígenas que moram na localidade recebem os visitantes vestidos e pintados a caráter e ainda apresentam danças e rituais. O turista que chega ao local pode praticar arco e flecha, comprar artesanato local, adquirir artesanato confeccionado na própria tribo, fazer trilhas e degustar a culinária típica, que inclui pratos como o peixe assado na folha da patioba (espécie de palmeira). Para fazer a visita, é necessário o agendamento com a Associação Pataxó de Ecoturismo.


banner01 (1)

 

Localizado na Avenida Olívia Flores, o Boulevard Shopping Vitória da Conquista deverá ser inaugurado dentro de dois anos, fazendo parte de um complexo mixed use desenvolvido para contemplar os segmentos residencial, empresarial e hoteleiro. Confira algumas imagens do que será o maior Shopping Center do interior baiano e mais informações no site oficial.