Foto: Reprodução

Os investimentos em agricultura para os municípios de Bonito, Morro do Chapéu, Piritiba e Tapiramutá, na Chapada Diamantina, foram pauta de audiência entre o deputado estadual Eduardo Salles (PP) e o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jeandro Ribeiro. O encontro aconteceu na tarde da última segunda (5) e foram discutidos entre os gestores a implantação de unidades de multiplicação de palmas nessas cidades. Serão 70 mil mudas destinadas para cada unidade.

De acordo com Salles, foi solicitada ao chefe de gabinete da SDR, a avaliação da possibilidade de instalação dessas unidades nos municípios. Segundo ele “o principal objetivo é a produção e multiplicação dessas palmas para que seja utilizada na alimentação do rebanho. Vamos fazer isso, por meio de associação em cada um destes municípios”. O deputado afirma ainda, que já tem o apoio de três prefeituras, sendo elas a de Bonito, de Piritiba e de Tapiramutá. No caso do município de Morro do Chapéu, o político explica que o apoio será, exclusivamente, por meio de parceria com a associação de produtores.

Essa iniciativa necessita do apoio de todos os gestores dos municípios beneficiados para que seja efetivada com sucesso. É indispensável a participação e compromisso do deputado federal, José Carlos Araújo (PR), da vice-prefeita de Morro do Chapéu, Juliana Araújo; do prefeito e ex-prefeito de Tapiramutá, Jú e Luciano Neri, respectivamente; do prefeito de Piritiba, Samuel Santana; do prefeito e ex-prefeito de Bonito, Reinan Cedro e Edinho, respectivamente, e de todo grupo político. (Mostrando a Bahia com informações da Ascom SDR)


A taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) baiano superou a expectativa brasileira. A previsão das receitas para o ano de 2018 no estado é da ordem de R$ 44,9 bilhões, estimada em 3,0%, superior ao valor de 2,7% conferido em 2017, que no caso era de R$ 43,7 bilhões. O PIB do país deve ficar em 2,3%.

O cálculo foi feito pelo Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), que estabelece as diretrizes orçamentárias do Estado para o exercício de 2018. O documento foi entregue nesta segunda-feira (15) pelo vice-governador do estado e secretário do Planejamento, João Leão, ao presidente da Assembleia Legislativa, Angelo Coronel.

O estado é favorecido pela demanda crescente de alimentos e pela expectativa de preços mais competitivos no mercado externo. De acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (Sei), o crescimento do setor agropecuário sustenta a expectativa de um bom desempenho para a safra. Por causa disso, as previsões para o crescimento do PIB da Bahia entre 2017-2020 ficam em média de 2,1% ao ano.

O governo já traça prioridades para o ano de 2018 como a ampliação da infraestrutura hídrica e da oferta sustentável de água de qualidade; o fortalecimento do sistema de saúde; a inserção do jovem no mundo do trabalho e a ampliação do policiamento comunitário preventivo através de programas criados para cada fim.

Mostrando a Bahia com informações da Ascom/ Secretaria do Planejamento do Estado


A possível descoberta de um campo de gás natural na zona rural de Utinga, Chapada Diamantina, vem agitando a população da cidade. A descoberta se deu de maneira inusitada. Uma empresa estava perfurando poços artesianos no distrito de Cambuí, quarta-feira passada, quando foram surpreendidos por uma grande rajada de fogo. O episódio se repetiu em outro poço da região, a cerca de um quilômetro de distância. As autoridades locais ainda não sabem se as labaredas foram mesmo originadas por gás natural. Agora, o município vive a expectativa da descoberta também de petróleo, já que o gás normalmente fica sobre uma reserva de óleo. A probabilidade de injeção de altos recursos na economia por meio de royalties é o assunto da vez entre moradores, empresários e políticos de Utinga

Alívio
Petrobras e Ministério das Minas e Energia já foram contatados pela prefeitura da cidade, que solicitou análises mais detalhadas. Com cerca de 20 mil habitantes, enfrentando uma seca severa e tendo como principal fonte de renda os repasses federais, Utinga ganharia um impulso e tanto para sair da crise. “É preciso saber se esse gás tem valor, mas a probabilidade nos anima muito”, disse o prefeito Joyuson Vieira (PSL). A seca, curiosamente, foi o que levou à perfuração de poços e a consequente descoberta.

Informações do Correio.


Foto: Divulgação/SDR

Com a perspectiva de geração de trabalho e renda e de inclusão sócio produtiva dos agricultores familiares produtores de leite da Bahia, o governo do estado implantou cinco Unidades de Referência de Produção de Leite nos municípios de Ruy Barbosa, Mundo Novo, Baixa Grande e Morro do Chapéu. A iniciativa é Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que já instalou um total de 51 unidades no estado.

O objetivo é atualizar o conhecimento de técnicos e produtores para aumentar a produção, produtividade e rentabilidade da bovinocultura de leite da agricultura familiar. Além disso, a demonstração da viabilidade técnica, econômica, social e ambiental da produção de leite vai poder servir como exemplo para adesão do projeto. Em um ano a SDR contemplou cinco regiões, entre elas a região oeste (39) e os territórios Sisal (3), Sudoeste (4), Piemonte do Paraguaçu (2) e Chapada Diamantina (3).

O agricultor Dilton dos Santos Macedo, produtor de leite há 32 anos, no município de Mundo Novo foi um dos beneficiados com a implantação de uma das unidades. “Vivo do leite, com pouca renda e baixa produção. Hoje, pela primeira vez, tive a oportunidade de receber assistência técnica e extensão rural (ATER) do Governo da Bahia. Estávamos precisando de acompanhamento e orientação, mas não tínhamos condições de pagar os serviços por serem muito caros”, afirma o produtor.

Nas unidades, os técnicos orientam o produtor de leite sobre adoção de tecnologias, correção e adubação do solo, intensificação do uso de pastagens, conforto animal, qualidade do leite e implantação de reserva estratégica de alimentos para o rebanho em períodos de seca.

Mostrando a Bahia com informações da Secom/Ba


Localizado na região da Chapada Diamantina, o município de Morro do Chapéu já começa sentir os reflexos de sua economia. Investimentos na agricultura estão gerando novos postos de trabalho e mais dinheiro para as famílias dos trabalhadores.

A produção agrícola de Morro do Chapéu foi destaque durante esta semana na programação da Rede Bahia de Televisão. O município sempre se destacou pela mineração, pelo o povo acolhedor e pelas belezas naturais (pinturas rupestres e cachoeiras), onde atrai muitos turistas.

Mas de acordo com Associação de Criadores e Produtores de Morro do Chapéu, a agricultura gerou nos últimos três anos mais de 1500 empregos diretos. A produção é cada vez mais variada.

Na zona rural do município existem plantações de hortaliças, uvas, morangos e de tomatinhos cultivados em grande quantidade.

Atualmente, a agricultura variada representa mais de 50% da arrecadação do município. Os produtos são vendidos nas cidades da região, Salvador e em outros estados do Nordeste. As uvas de ótima qualidade são transformadas em vinho. A estimativa é que a produção agrícola do município aumente nos próximos anos.

A agricultura diversificada de Morro do Chapéu vem gerando renda e muitos empregos. O município está mais de 1000 metros de altitude, o que favorece a agricultura, já que a temperatura é baixa no verão. (Central Notícia)


Matéria em áudio:
Dezoito meses após o último reajuste, a Petrobras anunciou nesta sexta (17) aumento no preço do gás de botijão. A alta será de 9,8% e começa a vigorar na próxima terça-feira (21).
De acordo com a estatal, se o repasse for integral, o preço do produto na revenda subirá 3,1%, ou R$ 1,76 por botijão.
O reajuste vale apenas para o gás vendido em botijões de 13 quilos, mais usados por residências. Outros vasilhames maiores e o gás vendido a granel não terão mudança de preços.
O último reajuste realizado pela Petrobras ocorreu em 1º de setembro de 2015. Na ocasião, a alta foi de 11%.
O preço do gás de botijão permaneceu congelado entre 2002 e 2015, como parte de uma política para controlar a inflação.
“Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, disse a estatal. (Folhapress)

Os trabalhadores nascidos nos meses de maio e junho, que recebem até dois salários mínimos, poderão sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) a partir desta quinta-feira (16). A retirada poderá ser feita nas agências da Caixa Econômica Federal, nos caixas eletrônicos por meio do Cartão do Cidadão, nas casas lotéricas e nos correspondentes bancários.
O banco também pagará os rendimentos das cotas do PIS para os trabalhadores cadastrados no programa antes de 4 de outubro de 1988. Nesse caso, os rendimentos variam conforme o saldo existente na conta do PIS vinculada ao trabalhador.
Quem é correntista da Caixa teve o dinheiro depositado na última terça-feira (14) na conta-corrente. Para saber se tem direito a receber o benefício, de até um salário mínimo, o trabalhador pode consultar o site do banco ou ligar no 0800 726 0207, opção 1.
O abono é pago ao trabalhador com pelo menos cinco anos de cadastro no PIS/Pasep, que recebeu uma média mensal de dois salários mínimos e trabalhou pelo menos 30 dias em 2015. Os dados do trabalhador precisam ter sido informados corretamente pela empresa ao Ministério do Trabalho, na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do ano-base 2015.
Pelas novas regras estabelecidas pelo governo federal, o valor do benefício agora é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Quem trabalhou um mês em 2015 receberá um doze avos do salário mínimo. Quem trabalhou dois meses receberá dois doze avos e assim por diante. Só receberá o valor total quem tiver trabalhado todo o ano de 2015.

banner01 (1)

 

Localizado na Avenida Olívia Flores, o Boulevard Shopping Vitória da Conquista deverá ser inaugurado dentro de dois anos, fazendo parte de um complexo mixed use desenvolvido para contemplar os segmentos residencial, empresarial e hoteleiro. Confira algumas imagens do que será o maior Shopping Center do interior baiano e mais informações no site oficial.