Entre as torcidas dos clubes baianos que estão disputando a Serie A, a gozação vai ser da torcida do Vitória sobre o Bahia. Na rodada deste domingo, 18, o Bahia levou 4 a 2 do Palmeiras jogando em casa, derrota que interrompeu a sequencia de 100% de aproveitamento atuando na Arena Fonte Nova, e viu o principal rival conquistar a primeira vitória fora de Salvador, por 3 a 1 sobre o Sport em plena Ilha do Retiro, em Recife e deixar a zona de rebaixamento.

O Jogo

O jogo começou com um ritmo muito lento. Sport e Vitória trocavam passes sem muitas pretensões, mas os baianos viram espaço primeiro para atacar. E depois de algum tempo rondando a área de Magrão, abriram o placar. Aos 16 minutos, Kanu aproveitou vacilo da defesa do Sport e tocou para Uilliam Correia, sozinho, empurrar para o gol. Nem o gol do Vitória foi suficiente para acender o Sport, que continuou morno em campo. E os baianos aproveitaram novamente. Depois do passe no primeiro gol, Kanu aproveitou escanteio aos 36 e fez 2 a 0. Só aí os pernambucanos acordaram e passaram a tentar pressionar. Tanto que aos 45, Diego Souza diminuiu.

Segundo tempo

O Sport voltou melhor no segundo tempo e antes dos 15 minutos já havia criado boas chances, mas Diego Souza, Rithely e depois André não conseguiram mandar para o fundo das redes. Passada a pressão inicial, o Vitória se fechou melhor e conseguiu controlar bem o resultado. E ainda marcou mais um num contra-ataque com André Lima, fechando a vitória em 3 a 1.

Sport e Vitória voltam a jogar agora na próxima quarta-feira pela Série A. Os pernambucanos vão até Belo Horizonte, onde enfrentam o Atlético-MG, às 21h45 (horário de Brasília). Já os baianos voltam para casa e recebem o Santos, às 19h30, no Barradão.

Globo Esporte


O Bahia perdeu a invencibilidade jogando em casa neste Brasileirão ao ser derrotado pelo o Palmeiras por 4 a 2 na Arena Fonte Nova que recebeu um público de mais de 30 mil torcedores. O Tricolor caiu da sexta para 11ª posição na tabela e terá uma difícil missão na próxima quinta-feira, 22, quando vai a São Paulo enfrentar o líder Corinthians.

O Jogo

Os primeiros 45 minutos foram muito movimentados. Com ritmo intenso, Bahia e Palmeiras tiveram boas chances para abrir o placar logo no início da partida. Na primeira oportunidade, os donos da casa pararam em Fernando Prass, que defendeu chute de Renê Júnior e evitou cruzamento de Edigar Junio na sequência.

A resposta dos visitantes foi quase que imediata, e com gol. Após lançamento de Guerra, Keno só foi parado após carrinho de Rodrigo Becão dentro da área – os tricolores reclamaram da marcação de pênalti, alegando que o zagueiro tocou apenas na bola. Na cobrança, Róger Guedes bateu cruzado e abriu o placar.

Bem posicionado na defesa, o Verdão viu sua vantagem acabar na última jogada do primeiro tempo após uma linda jogada individual de Zé Rafael. O meia driblou Mina e finalizou dentro da área. Fernando Prass defendeu o primeiro chute e também o rebote numa cabeçada a queima-roupa de Edigar Junio, mas não conseguiu evitar o empate dos donos da casa após chute forte de Vinicius.

Segundo tempo

O Palmeiras voltou para a etapa final com Tchê Tchê na vaga de Mayke, com Jean sendo deslocado para a lateral direita. Coincidência ou não, o time melhorou. Aos 2, Róger Guedes marcou, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento. Aos 3, Keno puxou contra-ataque e acertou belo chute de fora da área.

O ritmo foi caindo. O Palmeiras passou a cozinhar o time do Bahia, administrando o tempo e os espaços. E chegou ao terceiro gol em cobrança de falta de Jean, desviada de cabeça por Juninho e completada por Mina, de carrinho, quase em cima da linha, aos 37. Dois minutos depois, porém, Juninho falhou de forma bizarra, e João Paulo recolocou o Bahia no jogo.

O tricolor baiano tinha pouco mais de cinco minutos para pressionar o time paulista em busca do empate. A equipe comandada por Jorginho foi para o abafa, enquanto o Verdão esperava a chance do contra-ataque, num cenário muito semelhante ao da vitória palmeirense por 3 a 1 sobre o Fluminense, na semana passada. E foi dessa forma que o time chegou ao quarto gol, com Willian, em chute de fora da área: 4 a 2 Palmeiras

Com o resultado, Bahia e Palmeiras agora estão empatados com 10 pontos na 11ª e 12ª colocação, respectivamente. Ambos podem ser ultrapassados por Cruzeiro no complemento da oitava rodada que enfrenta o vice-líder Grêmio nesta segunda-feira.

Globo Esporte


Foto: Robson Guedes

O Jacobina deu um importante passo para garantir a classificação para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (18), no estádio José Rocha, o Jegue da Chapada bateu o Murici por 3 a 0 . Matheus, duas vezes, e Vitinho, marcaram os gols da equipe. Os outros dois baianos na competição jogaram fora de casa e não tiveram a mesma sorte. No estádio Antônio Mariz, em Sousa (PB), a Juazeirense empatou em 2 a 2 com o Sousa. Rayllan marcou os dois gols do Cancão de Fogo. Já o Fluminense de Feira foi derrotado pelo Atlético-PE em Carpina por 1 a 0. O único gol foi de George Cajá. As três equipes, que tem claras chances de passar de fase, voltam a jogar no próximo domingo (25).

.


Se o torcedor tricolor fica apreensivo quando o time vai jogar fora de casa, o mesmo não acontece com a Fonte Nova. Lá, o Bahia já mostrou que se sente bem à vontade. Boa notícia, já que o estádio será palco do jogo contra o Palmeiras, hoje, às 16h. Um dos melhores mandantes do Campeonato Brasileiro, com 100% de aproveitamento, já que venceu todos as três partidas que disputou, o Esquadrão já marcou 10 gols e sofreu apenas dois. Os números da temporada como um todo, como mandante, também enchem os olhos.Considerando Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, o tricolor jogou 16 vezes como mandante – 12 vezes na Fonte e quatro em Pituaçu – e venceu 14 vezes. Os únicos resultados desfavoráveis foram contra o maior rival, Vitória, na derrota por 2×1 no clássico Ba-Vi, pela primeira fase do estadual, e no empate em 1×1 na ida da final do Baiano, num jogo em que o time abusou de perder chances. Apesar do cenário ser animador, é bom ter cuidado. Devido à cláusula contratual que proíbe atletas emprestados de enfrentarem seus clubes de origem, o Bahia terá dois desfalques. Como pertencem ao Palmeiras o meia Allione, peça importantes a equipe, e o volante Matheus Sales estão fora da partida. Além disso, o técnico Jorginho ainda perdeu o volante Edson, expulso na rodada passada, em que o Bahia empatou com o Coritiba.

.


A cidade de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, sedia no próximo domingo (04/06) o Desafio MTB. A competição em etapa única do Campeonato Baiano de Maratona XCM, decidirá quem serão os campeões e campeãs do estado da Bahia na modalidade mountain bike xcm. As inscrições para participação do evento poderão ser feitas na noite de sábado (03) no Mercado Cultural da cidade, no valor de R$ 90,00. A largada será a partir das 9h na Praça Augusto Publio.

Neste ano de 2017, serão distribuídos 7 mil em premiação e o percurso será de 65km para as categorias oficias e de 50km para as categorias não oficiais. A competição será válida também para o ranking Brasileiro de xcm na CLASSE 2. O Inicio do evento acontece no dia sábado com a recepção dos atletas no Mercado Cultural para o congresso de informações da prova e a confirmação de inscrições dos atletas a partir das 19h e logo em seguida será servido um saboroso coffee break.

Morro do Chapéu é uma cidade com muitas belezas naturais e com um grande potencial turístico, destacando o Balneário do Tareco, Cachoeira do Ferro Doido, Gruta dos Brejões, dentre outros pontos, um outro fator que é muito importante é o frio típico da Cidade que é conhecida como “Suíça Brasileira”. Nestes atrativos entra o Desafio MTB que vem crescendo a cada ano e atraindo atletas de várias cidades da Bahia e do Brasil, fazendo um grande movimento nas pousadas, hotéis, restaurantes, pizzaria, postos de gasolina dentre outros. Mostrando a Bahia com informações do Morro Notícias.


Autor de um dos quatro gols do Bahia no duelo contra o Sergipe, vencido pelo time baiano por 4 a 2, pela Copa do Nordeste, o meia Régis comemorou o resultado e o fato de levara a vantagem para decidir uma vaga na semifinal no jogo de volta no domingo (2), às 18h30, na Fonte Nova.

“Abrimos uma vantagem para decidir em casa. O importante é que hoje todos entramos ligados, pois sabiamos que seria um jogo difícil”, comentou o meia Régis em entrevista ao Esporte Interativo.

Com esse resultado, o Bahia pode perder até por 2 a 0 que avança para a fase semifinal da Copa do Nordeste. (Bocão News)


Além do prestígio de estar na elite, o retorno à Série A irá reforçar os cofres do Bahia em 2017. Pelo retorno para a primeira divisão, o Bahia terá novamente o direito relativo a cota integral do contrato firmado com a Rede Globo, dona dos direitos de transmissão do Brasileiro. Uma cláusula reduz em 25% o valor do contrato em caso de permanência de um clube na Série B após o descenso. Com o retorno dos 25%, o Bahia terá direito a R$ 62 milhões pelos direitos de transmissão. (Bahia.Ba)


Barcelona e Celtic Park se enfrentaram em novembro do ano passado pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O jogo, vencido pelos catalães por 2 a 0, ficou marcado também pela disputa entre o lateral Mikael Lustig e o brasileiro Neymar – os dois chegaram a levar amarelo após se desentenderem. Na concentração da seleção sueca, que enfrenta a Bielorrúsia no próximo sábado pelas Eliminatórias Europeias, o defensor disse o que pensa sobre o brasileiro. “Neymar sempre cai muito. Você pode apenas tocá-lo. É o maior ator do futebol”, afirmou ao jornal Sport. Historicamente, o brasileiro é criticado pela imprensa e por torcedores europeus em função das constantes simulações tentativas de cavar faltas e pênaltis (Noticias ao Minuto)